Bem-vindo: 22 Set 2018 02:08

Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 94 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 5, 6, 7, 8, 9, 10  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 29 Mai 2014 23:38 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3890
Localização: Montes Claros - M.G.
"ianisgreek": Um colega que diz entender de química, não me recomendou a mistura de combustíveis, já que segundo ele, a mistura da gasolina com o etanol irá "separar" a água contida no etanol, obtendo três produtos finais: gasolina / etanol / água; e essa água irá danificar o motor.
o que acha disso?...[/quote]


Colega Mamk !

Considerando-se que o etanol anidro que é normalmente misturado na gasolina, é isento de àgua, fica apenas um muito pequeno percentual existente no etanol hidratado ( de 4% a 5% ) que garantidamente não vai provocar essa separação de fases como o seu colega falou p/ vc!

E só para ilustrar esse assunto, eu pessoalmente uso em meus veículos, misturas de gasolina com etanol nas proporções mais variadas, desde muitos e muitos anos atrás e jamais percebi a ocorrência desse fenômeno que ele comentou com vc, ok ?

Obs : Para de fato ocorrer essa separação de fases, deve haver uma quantidade considerável e proposital de água nessas misturas de combustíveis !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 30 Mai 2014 16:38 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: 07 Abr 2014 14:07
Mensagens: 165
Localização: Timbó/SC
Fiz o teste do etanol + podium, e pelo que vejo no computador de bordo o consumo parece que vai ficar bom..

Observei que, em BR o consumo aumenta bem rápido..

Quanto ao valor de de abastecimento de gasolina comum para esta mistura, no meu caso deu 2 reais a mais..

Mas o rendimento do motor fica bom.

_________________
HB20S 1.6 Premium Aut. BlueNav - 14/14 - Branco
[x] prot. carter
[x] couro preto
[x] insulfilm
[x] engate

Imagem
Garagem: http://hb20clube.com.br/viewtopic.php?f=8&t=7628


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 30 Mai 2014 20:17 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3890
Localização: Montes Claros - M.G.
marcio.kgr escreveu:
Fiz o teste do etanol + podium, e pelo que vejo no computador de bordo o consumo parece que vai ficar bom..

Observei que, em BR o consumo aumenta bem rápido..

Quanto ao valor de de abastecimento de gasolina comum para esta mistura, no meu caso deu 2 reais a mais..

Mas o rendimento do motor fica bom.



Colega Marcio.Kgr !

Eu sempre usei e sugeri para os colegas aqui do forum essa mistura de etanol com gasolina (porém sempre mais etanol que gasolina), exatamente devido às muitas vantagens que se verificam utilizando essa mistura, comparado com o uso de apenas gasolinas nos tanques dos HB20 em quaisquer versões !

Quanto ao detalhe em se optar pela gasolina podium, atualmente é uma opção que até se faz desnecessária, pq desde janeiro/2014, com o lançamento das novas gasolinas comuns/aditivadas S-50, elas se tornaram muito melhores em qualidade do que antes, com as antigas gasolinas S-800, apenas a octanagem dessas novas gasolinas é que permanece a mesma, com 87 oct. IAD, enquanto a gasolina podium tem 95 oct. IAD e o nosso etanol, se fosse comparado com as gasolinas teria uma octanagem aproximada de 109 oct IAD!



E que quando se usa a mistura de etanol com um pouco de gasolina, por ser o etanol a maior parte dessa mistura, a diferença de octanagem das gasolinas comuns/aditivadas para a podium acaba por se perder, anulando-se portanto alguma eventual vantagem de se optar pela gasolina podium, razão pela qual, atualmente não se faz mais necessária essa opção por misturar apenas a gasolina podium no etanol, podendo-se usar normalmente as gasolinas comuns/aditivadas nessa mistura, ok ?

Valeu colega, é isso aí !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Meu pitaco, se me permitem!
MensagemEnviado: 31 Mai 2014 18:49 
Offline

Registrado em: 31 Mai 2014 18:26
Mensagens: 3
Localização: Pradópolis-SP
Caro Ianis,

Fui atraído a este fórum quando pesquisava o uso da 'mistura ETANOL + GASOLINA-br*'. Li seus posts e endosso, por longo uso e diversos, bem como diferentes, compilamentos de dados.

Carro flex é bom para fazer 'rabo-de-galo'. Aquilo que se fizera, rebaixando cabeçote, atrasando ponto, etc, hoje as fábricas fazem-no. Portanto, nem é pra Gasolina nem pra Etanol,

Porém, cabe um ressalva a suas afirmações. Não quero parecer dogmático, por favor. Não seria lisura de minha parte na primeira postagem criticar suas boas e uteis observações postadas - e dos colegas aqui participantes.

A primeira: os motores flex são motores projetados para a GASOLINA adaptados para receber TAMBÉM etanol. Lembremo-nos que a indústria MUNDIAL não pensa no Brasil. Apenas nos 'embroma' com essas parafernálias. Não sejamos 'ingênuos'. Ah, sim, no passado dos monocombustíveis havia projetos que resultaram em motores à álcool (com gloriosas taxas de 14:1) - porém, ainda assim, eram carros a gasolina adaptados ao álcool (sistema de arrefecimento, dutos, etc). Hoje, nem isso. Motor e carro adaptados às mistureiras.

Segundo: se aceitar o que apontei acima, veremos que a formação de carvão por detonação na câmara de combustão, somente presente no uso da gasolina, é realmente pela PÉSSIMA qualidade observada do produto disponibilizado, e não por causa do uso da gasolina em si. Em tempo: o sensor previne o mal uso quando de etanol em doses maiores que 25% - até o 100%.

Acredito que você já sabe de inúmeros relatos de veículos nos EUA, onde o rigor quanto a qualidade da gasolina é coisa séria, e existem carros com 500 mil km (mais de 310 mil milhas) sem carbonização 'comprometedora'.

A Nissan produz motores flex de taxas de 9,5:1, enquanto que a Ford de 12,3:1. A primeira fabrica no México, pensando nos EUA mas adapta para vender uns mil/mês aqui, enquanto que a segunda fabrica na Argentina, pensando no Brasil - que já tem 25% de álcool na péesima gasolina brasileira.

É isso! Ou eu deveria saber de algo, ainda?

Abraços.

* chamo-a assim, pois, já tem uns 25% de álcool.

_________________
Sentra SR 12


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Meu pitaco, se me permitem!
MensagemEnviado: 31 Mai 2014 23:11 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3890
Localização: Montes Claros - M.G.
lamark escreveu:
Caro Ianis,

Fui atraído a este fórum quando pesquisava o uso da 'mistura ETANOL + GASOLINA-br*'. Li seus posts e endosso, por longo uso e diversos, bem como diferentes, compilamentos de dados.

Carro flex é bom para fazer 'rabo-de-galo'. Aquilo que se fizera, rebaixando cabeçote, atrasando ponto, etc, hoje as fábricas fazem-no. Portanto, nem é pra Gasolina nem pra Etanol,

Porém, cabe um ressalva a suas afirmações. Não quero parecer dogmático, por favor. Não seria lisura de minha parte na primeira postagem criticar suas boas e uteis observações postadas - e dos colegas aqui participantes.

A primeira: os motores flex são motores projetados para a GASOLINA adaptados para receber TAMBÉM etanol. Lembremo-nos que a indústria MUNDIAL não pensa no Brasil. Apenas nos 'embroma' com essas parafernálias. Não sejamos 'ingênuos'. Ah, sim, no passado dos monocombustíveis havia projetos que resultaram em motores à álcool (com gloriosas taxas de 14:1) - porém, ainda assim, eram carros a gasolina adaptados ao álcool (sistema de arrefecimento, dutos, etc). Hoje, nem isso. Motor e carro adaptados às mistureiras.

Segundo: se aceitar o que apontei acima, veremos que a formação de carvão por detonação na câmara de combustão, somente presente no uso da gasolina, é realmente pela PÉSSIMA qualidade observada do produto disponibilizado, e não por causa do uso da gasolina em si. Em tempo: o sensor previne o mal uso quando de etanol em doses maiores que 25% - até o 100%.

Acredito que você já sabe de inúmeros relatos de veículos nos EUA, onde o rigor quanto a qualidade da gasolina é coisa séria, e existem carros com 500 mil km (mais de 310 mil milhas) sem carbonização 'comprometedora'.

A Nissan produz motores flex de taxas de 9,5:1, enquanto que a Ford de 12,3:1. A primeira fabrica no México, pensando nos EUA mas adapta para vender uns mil/mês aqui, enquanto que a segunda fabrica na Argentina, pensando no Brasil - que já tem 25% de álcool na péesima gasolina brasileira.

É isso! Ou eu deveria saber de algo, ainda?

Abraços.

* chamo-a assim, pois, já tem uns 25% de álcool.



Prezado colega Lamark !

Sinta-se muito bem vindo a esse forum e agradeço por seu apoio às minha opiniões !

Claro que todos aqui dão seus pitacos, é por aí que acabamos por aprendermos os assuntos, uns com os outros !

E os seus pitacos tb estão corretos, inclusive vc vai perceber se procurar em outros tópicos relacionados á esse assunto, que eu fiz vários comentários tb baseados nesse sentido do que vc tb aqui comentou !

Sim, resumindo é isso aí, os motores tanto a etanol, como os atuais flex são todos baseados nos nossos motores á gasolina, mas note que eles já foram bem modernizados, tanto nos mono-combustíveis, como nessa nova geração de motores flex, como no aumento generalizado da compressão desses motores, a adoção da moderníssima injeção direta de combustível e dos novos turbos de geometria variável associados aos motores multiválvulas com comandos variáveis tanto na admissão como no escapamento, bem como os novos coletores de admissão de geometria variável, tudo isso para otimizar ao máximo o funcionamento e rendimento dessa nova geração de motores, tanto dos mono-combustíveis, como dos flex !

E quanto à qualidade das nossas gasolinas, tb concordo contigo, e com exceção da gasolina podium da Petrobrás, e apesar das novas gasolinas S-50 lançadas desde o inicio desse ano aqui no Brasil, ainda tem muito o que ser melhorado na qualidade delas para que elas se equiparem ao nível das gasolinas dos países de primeiro mundo !

Valeu pelo seu feedback colega, abrç !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 01 Jun 2014 08:45 
Offline
BRONZE MEMBER
BRONZE MEMBER
Avatar do usuário

Registrado em: 27 Mai 2013 20:20
Mensagens: 646
Localização: Campinas / SP
"saibam que essa adição extra mínima sugerida aqui de uns 25% de etanol nas gasolinas de 87 octanas proporciona um aumento médio na octanagem de uns 4 a 5 pontos, portanto as gasolinas comuns passariam das 87 octanas tradicionais para um minimo de 91 octanas ou até umas 92 octanas, octanagem extra essa suficiente para sanar todos esses inconvenientes verificados quando se trafega com gasolinas comuns/aditivadas puras no tanque !".

"ianisgreek" seguindo o seu raciocínio; se isso ocorre com a gasolina comum (aumento de de 87 octanas para 92) o que acontece com a gasolina PODIUM?... ela passaria a ter prox. 100 octanas!!!... isso seria maravilhoso!!!!

Abraços,
MAMK

_________________
HBshark
HB20s1.6 16V DOHC CVVT MT Premium Preto Onix
****ROUBADO EM 09/08/2017****


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 01 Jun 2014 14:34 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3890
Localização: Montes Claros - M.G.
MAMK escreveu:
"saibam que essa adição extra mínima sugerida aqui de uns 25% de etanol nas gasolinas de 87 octanas proporciona um aumento médio na octanagem de uns 4 a 5 pontos, portanto as gasolinas comuns passariam das 87 octanas tradicionais para um minimo de 91 octanas ou até umas 92 octanas, octanagem extra essa suficiente para sanar todos esses inconvenientes verificados quando se trafega com gasolinas comuns/aditivadas puras no tanque !".

"ianisgreek" seguindo o seu raciocínio; se isso ocorre com a gasolina comum (aumento de de 87 octanas para 92) o que acontece com a gasolina PODIUM?... ela passaria a ter prox. 100 octanas!!!... isso seria maravilhoso!!!!

Abraços,
MAMK



Fala parceiro Mamk !

Sim, está correto o seu raciocínio, adicionando-se etanol anidro ou hidratado em quaisquer gasolinas vai aumentar a sua octanagem garantidamente !

E já que vc se interessou por esse assunto, devo lhe detalhar mais algumas dicas sobre esse assunto :

Vc sabe que existem duas maneiras mais usadas para se medir a octanagem de uma gasolina, ou seja, o "método motor" que tem a sigla (MON) e "o método pesquisa" cuja sigla é (RON) !

E ainda existe uma terceira maneira que nada mais é do que a média aritmética dessas duas medições citadas acima, ou seja, MON + RON dividido por 2 = IAD ou AKI !

E dependendo dos países do mundo, alguns usam o método RON enquanto outros o IAD ou AKI !

E lembremos que os números das medições MON são sempre mais baixos, ou menores do que os números RON , e que quando se acrescenta um percentual de etanol nas gasolinas, o que aumenta é o indice RON de octanagem e não o MON, mas como no final pelo método IAD, usado aqui no Brasil, soma-se a octanagem de uma gasolina pelo método MON + o RON e depois divide-se por 2, resulta em um aumento real de octanagem !

Agora vamos usar de verdade e na prática essa explicação :

Tomando-se como exemplo a gasolina podium, a Petrobrás anuncia que ela tem 90 oct. MON e 102 oct RON, que somando-se dá 192 dividido por 2 dá = 96 oct. IAD e a Petrobrás então ainda joga por baixo e fala que a podium tem 95 oct. IAD, e talvez na realidade, ela tenha mesmo umas 96 oct. IAD, mas que dependendo das remessas dos lotes (bateladas) produzidas na refinaria, essa octanagem varia mesmo de 95 a 97 oct. IAD !


Agora vamos supor que iremos adicionar 20% de etanol na gasolina podium e portanto, a nossa conta aproximada fica assim :

Lembrando que por convenção e regra antiga, a cada 5% de etanol adicionado nas gasolinas aumenta aproximadamente 2 octanas RON, então teremos na podium :

90 oct. MON + 102 oct RON + 8 oct. RON referentes aos 20% de etanol adicionados que somando-se tudo dá um total de 90 + 110 = 200 divididos por 2 = 100 oct. IAD !!!

Tb acredito que com 25% de etanol adicionados na gasolina podium já ultrapassa a barreira das 100 oct. IAD com toda certeza e seria um combustível destinado aos motores com elevadíssimas taxas de compressão, com toda segurança !

É isso aí parceiro, valeu !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Aumentou no meu conceito
MensagemEnviado: 02 Jun 2014 08:52 
Offline

Registrado em: 31 Mai 2014 18:26
Mensagens: 3
Localização: Pradópolis-SP
Obrigado, Ianis, por considerar minha humilde postagem.

Sim, resta saber se esta 'nova' gasolina cumprirá as exigências legisladas, ou ainda, se haverá quem fiscalize e autue os infratores - não raros no Brasil.

Enquanto isso resta-nos usar o lado virtuoso do 'jeitinho' brasileiro e aplicar os conhecimentos e experiências no uso dos combustíveis e nossos carangos.

Abraços. ;)

_________________
Sentra SR 12


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 02 Jun 2014 22:33 
Offline
GOLD MEMBER
GOLD MEMBER
Avatar do usuário

Registrado em: 19 Mai 2013 15:56
Mensagens: 6358
Localização: Três Lagoas - MS
Parabéns pelas informações importantes trazidas ao fórum, Ianis.
Muita gente não percebe (e é mesmo difícil perceber) a batida de pino causada pelo uso de apenas gasolina (ainda que batizada "by BR" com etanol). A pré-ignição detona o motor.
Aproveito para relatar a boa experiência que tive com o uso de puro etanol V-Power da Shell. Muito bom, com força e economia.

_________________
RESPEITE AS REGRAS DE TRÂNSITO, OS LIMITES DE VELOCIDADE E USE O CINTO DE SEGURANÇA.
HB20X premium AT prata 14/14 com 37 mil km e HB20X premium AT vermelho 14/15 com 87 mil km
Representante Oficial do HB20 Clube - Mato Grosso do Sul


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 05 Jun 2014 20:51 
Offline
BRONZE MEMBER
BRONZE MEMBER
Avatar do usuário

Registrado em: 27 Mai 2013 20:20
Mensagens: 646
Localização: Campinas / SP
ianisgreek escreveu:
MAMK escreveu:
"saibam que essa adição extra mínima sugerida aqui de uns 25% de etanol nas gasolinas de 87 octanas proporciona um aumento médio na octanagem de uns 4 a 5 pontos, portanto as gasolinas comuns passariam das 87 octanas tradicionais para um minimo de 91 octanas ou até umas 92 octanas, octanagem extra essa suficiente para sanar todos esses inconvenientes verificados quando se trafega com gasolinas comuns/aditivadas puras no tanque !".

"ianisgreek" seguindo o seu raciocínio; se isso ocorre com a gasolina comum (aumento de de 87 octanas para 92) o que acontece com a gasolina PODIUM?... ela passaria a ter prox. 100 octanas!!!... isso seria maravilhoso!!!!

Abraços,
MAMK



Fala parceiro Mamk !

Sim, está correto o seu raciocínio, adicionando-se etanol anidro ou hidratado em quaisquer gasolinas vai aumentar a sua octanagem garantidamente !

E já que vc se interessou por esse assunto, devo lhe detalhar mais algumas dicas sobre esse assunto :

Vc sabe que existem duas maneiras mais usadas para se medir a octanagem de uma gasolina, ou seja, o "método motor" que tem a sigla (MON) e "o método pesquisa" cuja sigla é (RON) !

E ainda existe uma terceira maneira que nada mais é do que a média aritmética dessas duas medições citadas acima, ou seja, MON + RON dividido por 2 = IAD ou AKI !

E dependendo dos países do mundo, alguns usam o método RON enquanto outros o IAD ou AKI !

E lembremos que os números das medições MON são sempre mais baixos, ou menores do que os números RON , e que quando se acrescenta um percentual de etanol nas gasolinas, o que aumenta é o indice RON de octanagem e não o MON, mas como no final pelo método IAD, usado aqui no Brasil, soma-se a octanagem de uma gasolina pelo método MON + o RON e depois divide-se por 2, resulta em um aumento real de octanagem !

Agora vamos usar de verdade e na prática essa explicação :

Tomando-se como exemplo a gasolina podium, a Petrobrás anuncia que ela tem 90 oct. MON e 102 oct RON, que somando-se dá 192 dividido por 2 dá = 96 oct. IAD e a Petrobrás então ainda joga por baixo e fala que a podium tem 95 oct. IAD, e talvez na realidade, ela tenha mesmo umas 96 oct. IAD, mas que dependendo das remessas dos lotes (bateladas) produzidas na refinaria, essa octanagem varia mesmo de 95 a 97 oct. IAD !


Agora vamos supor que iremos adicionar 20% de etanol na gasolina podium e portanto, a nossa conta aproximada fica assim :

Lembrando que por convenção e regra antiga, a cada 5% de etanol adicionado nas gasolinas aumenta aproximadamente 2 octanas RON, então teremos na podium :

90 oct. MON + 102 oct RON + 8 oct. RON referentes aos 20% de etanol adicionados que somando-se tudo dá um total de 90 + 110 = 200 divididos por 2 = 100 oct. IAD !!!

Tb acredito que com 25% de etanol adicionados na gasolina podium já ultrapassa a barreira das 100 oct. IAD com toda certeza e seria um combustível destinado aos motores com elevadíssimas taxas de compressão, com toda segurança !

É isso aí parceiro, valeu !



Nossa "ianisgreek" belíssima explicação... vc é químico?... ou trabalha numa refinaria?... :D
Me permita fazer mais uma pregunta para concluir: O motor do HB20 é um motor com "elevadíssima" taxa de compressão?...

OBS: no final do texto você disse que acredita que "25% de etanol adicionado na gasolina podium"... não será ao contrario?... 25 de podium adicionado ao etanol?...
Abraços.

_________________
HBshark
HB20s1.6 16V DOHC CVVT MT Premium Preto Onix
****ROUBADO EM 09/08/2017****


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 94 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 5, 6, 7, 8, 9, 10  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  








Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB