Bem-vindo: 17 Jul 2018 06:33

Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 94 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 6, 7, 8, 9, 10  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 18 Jun 2014 08:52 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: 07 Abr 2014 14:07
Mensagens: 165
Localização: Timbó/SC
ianisgreek escreveu:
marcio.kgr escreveu:
Fiz o teste do etanol + podium, e pelo que vejo no computador de bordo o consumo parece que vai ficar bom..

Observei que, em BR o consumo aumenta bem rápido..

Quanto ao valor de de abastecimento de gasolina comum para esta mistura, no meu caso deu 2 reais a mais..

Mas o rendimento do motor fica bom.



Colega Marcio.Kgr !

Eu sempre usei e sugeri para os colegas aqui do forum essa mistura de etanol com gasolina (porém sempre mais etanol que gasolina), exatamente devido às muitas vantagens que se verificam utilizando essa mistura, comparado com o uso de apenas gasolinas nos tanques dos HB20 em quaisquer versões !

Quanto ao detalhe em se optar pela gasolina podium, atualmente é uma opção que até se faz desnecessária, pq desde janeiro/2014, com o lançamento das novas gasolinas comuns/aditivadas S-50, elas se tornaram muito melhores em qualidade do que antes, com as antigas gasolinas S-800, apenas a octanagem dessas novas gasolinas é que permanece a mesma, com 87 oct. IAD, enquanto a gasolina podium tem 95 oct. IAD e o nosso etanol, se fosse comparado com as gasolinas teria uma octanagem aproximada de 109 oct IAD!



E que quando se usa a mistura de etanol com um pouco de gasolina, por ser o etanol a maior parte dessa mistura, a diferença de octanagem das gasolinas comuns/aditivadas para a podium acaba por se perder, anulando-se portanto alguma eventual vantagem de se optar pela gasolina podium, razão pela qual, atualmente não se faz mais necessária essa opção por misturar apenas a gasolina podium no etanol, podendo-se usar normalmente as gasolinas comuns/aditivadas nessa mistura, ok ?

Valeu colega, é isso aí !


Obrigado pela dica, mesmo porque, a Podium só tem um posto na cidade.. dificil encontrar.

_________________
HB20S 1.6 Premium Aut. BlueNav - 14/14 - Branco
[x] prot. carter
[x] couro preto
[x] insulfilm
[x] engate

Imagem
Garagem: http://hb20clube.com.br/viewtopic.php?f=8&t=7628


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 11 Ago 2016 01:46 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3756
Localização: Montes Claros - M.G.
MAMK escreveu:
ianisgreek escreveu:
MAMK escreveu:
"saibam que essa adição extra mínima sugerida aqui de uns 25% de etanol nas gasolinas de 87 octanas proporciona um aumento médio na octanagem de uns 4 a 5 pontos, portanto as gasolinas comuns passariam das 87 octanas tradicionais para um minimo de 91 octanas ou até umas 92 octanas, octanagem extra essa suficiente para sanar todos esses inconvenientes verificados quando se trafega com gasolinas comuns/aditivadas puras no tanque !".

"ianisgreek" seguindo o seu raciocínio; se isso ocorre com a gasolina comum (aumento de de 87 octanas para 92) o que acontece com a gasolina PODIUM?... ela passaria a ter prox. 100 octanas!!!... isso seria maravilhoso!!!!

Abraços,
MAMK



Fala parceiro Mamk !

Sim, está correto o seu raciocínio, adicionando-se etanol anidro ou hidratado em quaisquer gasolinas vai aumentar a sua octanagem garantidamente !

E já que vc se interessou por esse assunto, devo lhe detalhar mais algumas dicas sobre esse assunto :

Vc sabe que existem duas maneiras mais usadas para se medir a octanagem de uma gasolina, ou seja, o "método motor" que tem a sigla (MON) e "o método pesquisa" cuja sigla é (RON) !

E ainda existe uma terceira maneira que nada mais é do que a média aritmética dessas duas medições citadas acima, ou seja, MON + RON dividido por 2 = IAD ou AKI !

E dependendo dos países do mundo, alguns usam o método RON enquanto outros o IAD ou AKI !

E lembremos que os números das medições MON são sempre mais baixos, ou menores do que os números RON , e que quando se acrescenta um percentual de etanol nas gasolinas, o que aumenta é o indice RON de octanagem e não o MON, mas como no final pelo método IAD, usado aqui no Brasil, soma-se a octanagem de uma gasolina pelo método MON + o RON e depois divide-se por 2, resulta em um aumento real de octanagem !

Agora vamos usar de verdade e na prática essa explicação :

Tomando-se como exemplo a gasolina podium, a Petrobrás anuncia que ela tem 90 oct. MON e 102 oct RON, que somando-se dá 192 dividido por 2 dá = 96 oct. IAD e a Petrobrás então ainda joga por baixo e fala que a podium tem 95 oct. IAD, e talvez na realidade, ela tenha mesmo umas 96 oct. IAD, mas que dependendo das remessas dos lotes (bateladas) produzidas na refinaria, essa octanagem varia mesmo de 95 a 97 oct. IAD !


Agora vamos supor que iremos adicionar 20% de etanol na gasolina podium e portanto, a nossa conta aproximada fica assim :

Lembrando que por convenção e regra antiga, a cada 5% de etanol adicionado nas gasolinas aumenta aproximadamente 2 octanas RON, então teremos na podium :

90 oct. MON + 102 oct RON + 8 oct. RON referentes aos 20% de etanol adicionados que somando-se tudo dá um total de 90 + 110 = 200 divididos por 2 = 100 oct. IAD !!!

Tb acredito que com 25% de etanol adicionados na gasolina podium já ultrapassa a barreira das 100 oct. IAD com toda certeza e seria um combustível destinado aos motores com elevadíssimas taxas de compressão, com toda segurança !

É isso aí parceiro, valeu !



Nossa "ianisgreek" belíssima explicação... vc é químico?... ou trabalha numa refinaria?... :D
Me permita fazer mais uma pregunta para concluir: O motor do HB20 é um motor com "elevadíssima" taxa de compressão?...

OBS: no final do texto você disse que acredita que "25% de etanol adicionado na gasolina podium"... não será ao contrario?... 25 de podium adicionado ao etanol?...
Abraços.



Colega Mamk, peço-lhe desculpas por não ter percebido há tempo essa sua pergunta direcionada a mim com essa sua dúvida, mas está correta sim essa minha afirmação, pq eu apenas queria dizer que se vc abastecer o tanque do seu veículo com gasolina podium e ainda misturar nela uns 25% de etanol, a octanagem final dessa mistura seria de umas 100 octanas IAD que significa que essa octanagem resultante quase chega no patamar e valor da octanagem do etanol hidratado que tem umas 105 octanas IAD.

Valeu colega, abrç !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 11 Ago 2016 02:13 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3756
Localização: Montes Claros - M.G.
E revivendo esse tópico, li um longo e instrutivo artigo do Bob Sharp, um respeitado jornalista brasileiro especializado em mecânica automotiva, onde ele diz que o ideal seria termos motores desenvolvidos para gasolina e etanol separadamente .

E lógico que ele está correto nessa sua citação, onde eu concordo tb 100% com ele mas se de fato isso ocorresse aqui no Brasil, as fábricas logo teriam problemas de produção e iriam parar precocemente com a produção dessas duas versões separadas desses motores mono-combustíveis em favor dos flexfuel ... rsrsrsrsrs !

E explico aqui a razão disso que seria UNICAMENTE de caráter político, pq se a Petrobrás percebesse um consumo mais elevado e cada vez mais predominante de gasolina, o seu preço se elevaria além do ideal pq aumentariam-se logicamente as exportações de gasolinas e de petroleo e isso ainda prejudicaria a nossa produção normal do etanol que iria sobrar no nosso mercado e até poderia faltar esse combustível vegetal nos postos de combustíveis !

Por outro lado, com um consumo maciço e cada vez maior de apenas gasolina do que de etanol no nosso mercado interno, as emissões de poluentes aumentariam vertiginosamente com todos os efeitos negativos como consequência direta disso principalmente nas grandes cidades !

E se houvessem apenas os veículos a etanol, o consumo desse combustível vegetal aumentaria bastante é obvio e os usineiros veriam isso como uma baita oportunidade para eles ganharem mais ainda e elevariam assim o preço do etanol ou mesmo poderiam fazer um boicote como fizeram no inicio dos anos 90, quando por pura conveniência deles, diminuíram bastante a produção do etanol para fabricarem mais açúcar e lembro-me bem que isso infelizmente provocou um caos total naquela época com os donos de veículos a etanol, que eram a grande e maciça maioria dos veículos até então ...

E a única saída que eles enxergaram e que foi tb a única que lhes restou para continuarem rodando com seus veículos a etanol foi a de converter às pressas e de uma maneira bem precária numa autêntica gambiarra, todos aqueles motores a etanol que eram ainda carburados, para funcionarem com gasolina, que era farta e abundante naquela época, inclusive eu tb sofri com essa falta de etanol pq já tinha esse meu voyage 1986 a etanol e tive de faze-lo engolir gasolina na marra com essa conversão fajuta e precária ... enfim, aquilo foi uma palhaçada total para todos os donos de veículos a etanol ... rsrsrsrsrs !!!

Assim, foi por causa desses inconvenientes bem negativos, tanto políticos como tb administrativos do nosso governo federal que a industria automotiva nacional finalmente lançou decididamente, o motor flexfuel em 2003 e eu não só gostei disso como tb quase morri de tanto dar MUITA risada disso pq acabou de vez com a farra dos usineiros como tb com a da dona Petrobrás ... kkkkkkkkkkkkk !

E infelizmente meu nobre colega Bob Sharp, conforme-se com essa nossa atual situação pq ainda acredito que vc não vai ver tão cêdo esse seu sonho de consumo se realizar aqui em terras tupiniquins e viva os motores flexfuel que agora serão ainda mais modernos com turbo e injeção direta exatamente para agradar tanto aos gregos como tb aos troianos ... rsrsrsrsrsrsrsrsrs !!!

Valeu colegas, é isso aí !!!

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 11 Ago 2016 08:04 
Offline
GOLD MEMBER
GOLD MEMBER
Avatar do usuário

Registrado em: 19 Mai 2013 15:56
Mensagens: 6342
Localização: Três Lagoas - MS
Pois é, Ianis, concordo com você e aceito de boa o sacrifício da maior eficiência do motor pela flexibilidade de escolha na bomba, evitando ficar refém das mirabolâncias incertas da política brasileira de combustível e da ganância dos usineiros.

Em tempo, um pouco mais sobre Bob Sharp (fonte: Wikipedia):

"Robert Amaral Sharp, conhecido como Bob Sharp (Rio de Janeiro, 14 de novembro de 1942) é jornalista e ex-piloto automobilístico carioca, radicado em São Paulo.
Automobilismo:
Ter sido criado no bairro da Gávea, próximo ao tradicional circuito de rua conhecido como Trampolim do Diabo, foi fundamental para adquirir gosto pelo automobilismo, herdado também do pai. Começou a correr em 1962 nas "6 Horas da Barra da Tijuca" e a partir de 1963 começou a competir em São Paulo.
Especialista em provas de longa duração, foi parceiro, entre outros, de José Carlos Pace, Marivaldo Fernandes e Paulo Gomes, e contemporâneo na pista de Interlagos de Emerson Fittipaldi e Nelson Piquet utilizando-se de diversos veículos nacionais modificados para competições. Competiu até 1987. Foi ainda chefe do departamento de competições da Volkswagen do Brasil, nos anos 80."


Abração,

_________________
RESPEITE AS REGRAS DE TRÂNSITO, OS LIMITES DE VELOCIDADE E USE O CINTO DE SEGURANÇA.
HB20X premium AT prata 14/14 com 22 mil km e HB20X premium AT vermelho 14/15 com 70 mil km
Representante Oficial do HB20 Clube - Mato Grosso do Sul


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 11 Ago 2016 12:28 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3756
Localização: Montes Claros - M.G.
Roberto Bertoche escreveu:
Pois é, Ianis, concordo com você e aceito de boa o sacrifício da maior eficiência do motor pela flexibilidade de escolha na bomba, evitando ficar refém das mirabolâncias incertas da política brasileira de combustível e da ganância dos usineiros.

Em tempo, um pouco mais sobre Bob Sharp (fonte: Wikipedia):

"Robert Amaral Sharp, conhecido como Bob Sharp (Rio de Janeiro, 14 de novembro de 1942) é jornalista e ex-piloto automobilístico carioca, radicado em São Paulo.
Automobilismo:
Ter sido criado no bairro da Gávea, próximo ao tradicional circuito de rua conhecido como Trampolim do Diabo, foi fundamental para adquirir gosto pelo automobilismo, herdado também do pai. Começou a correr em 1962 nas "6 Horas da Barra da Tijuca" e a partir de 1963 começou a competir em São Paulo.
Especialista em provas de longa duração, foi parceiro, entre outros, de José Carlos Pace, Marivaldo Fernandes e Paulo Gomes, e contemporâneo na pista de Interlagos de Emerson Fittipaldi e Nelson Piquet utilizando-se de diversos veículos nacionais modificados para competições. Competiu até 1987. Foi ainda chefe do departamento de competições da Volkswagen do Brasil, nos anos 80."


Abração,



Fala grande Bertoche, agradeço pelo seu feedback, tem sim merecidamente, todo o mérito esse grande entusiasta dos automóveis, Bob Sharp, valeu amigo, abrç !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 14 Ago 2016 16:56 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3756
Localização: Montes Claros - M.G.
Colegas :

E mais um comentário que acredito que deve ser citado aqui sobre os motores aspirados flex, de que a Hyundai Motors até agora tem sido a montadora campeã em performance nos motores populares de 2000 cilindradas flex aspirados que apresentam a maior potência do nosso mercado de 178 cvs quando alimentados com etanol.

E apenas como exemplos, os Hyundai Elantra e os IX 35 tem um motor 2.0 ainda equipados com a antiga tecnologia da injeção multiponto e que ambos chegam a essa potência citada acima de 178 cvs c/ etanol e vejam vcs apenas como uma curiosa comparação que a Ford, que lançou aqui no nosso mercado já há uns 2 anos atrás, no seu novo focus, um novo motor 2.0 aspirado flex com a novíssima e ultramoderna injeção direta de combustível e que ele alcançou tb esses mesmos e exatos 178 cvs nesse seu novo motor 2.0 quando alimentado apenas com etanol.

Então, nesse caso específico aqui, não é a Ford quem estaria de parabéns pelos resultados alcançados, mas a glória toda vai para a Hyundai Motors, que com um motor mais antigo, obteve a exata mesma potência que um motor mais moderno como esse novo motor 2.0 da Ford.

Obs : E por favor, não considerem aqui nesse comparativo, o extinto Honda Civic SI com seu motor 2.0 aspirado à gasolina pq apesar dele fornecer de fato, 192 cvs apenas quando se usava nele gasolina podium e de ser considerado um motor de alta performance, ele tinha um péssimo torque muitíssimo mal distribuído por toda a faixa útil de rotação dele, pq quando vc dirigia esse veículo nas cidades até umas 5500 rpm ele mostrava na prática pouca graça e nenhuma emoção e se vc exigisse dele mais desempenho, ele esticava sim as marchas até 8300 rpm para se conseguir uma performance mais convincente ...

Portanto esse motor do civic SI era um motor de um comportamento esquisito, estranho e de pouca utilidade no uso diário com ele ... rsrsrsrsrs !!!

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Editado pela última vez por ianisgreek em 14 Ago 2016 19:36, em um total de 4 vezes.

Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 14 Ago 2016 17:20 
Offline

Registrado em: 26 Mai 2016 21:02
Mensagens: 5
ianisgreek escreveu:
k270kmh escreveu:
Ninguém citou o Etanol V-Power da Shell que possui todos os aditivos necessários para evitar os danos causados pelo etanol puro.
http://quatrorodas.abril.com.br/autoservico/reportagens/overdose-alcool-617827.shtml

Colocando 20% de gasolina podium a central reconhece a mistura? atrasa o ponto se comparado 100% etanol? teoricamente perderia um pouco de potência...


Achei bem oportuno esse seu questionamento, aqui vai a explicação : Quanto a etanol aditivado da Shell com certeza que ele é mais vantajoso e benefico aos motores flex do que o etanol comum devido aos aditivos adicionados . Quanto à adição de 20% de gasolina podium ao etanol, o que se vai perder em octanagem nesta mistura é muito pouco e quase desprezível, pq imagine vc que a podium tem 95 octanas e o etanol 105 octanas, então fazendo as contas perde-se apenas 2 octanas com esses 20% de podium adicionados ao etanol, portanto é praticamente imperceptível a diferença em desempenho, mas se ganha muito em todas as outras vantagens como melhor rendimento em kms/l desta mistura e rapidez de funcionamento do motor nas partidas a frio, dispensando-se o uso da gasolina do tanquinho auxiliar. E lógico que a central da injeção reconhece essa mistura assim como qualquer outra que vc utilizar, com certeza colega, valeu pelo seu comentário, abraço !


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 14 Ago 2016 19:30 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3756
Localização: Montes Claros - M.G.
Boa noite colega Roberto Almeida, existem alguma dúvida sua quanto a esse assunto que vc gostaria de algum esclarecimento ?

Se for esse o caso, pode escrever aqui que tentaremos ajuda-lo !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 15 Ago 2016 08:16 
Offline
GOLD MEMBER
GOLD MEMBER
Avatar do usuário

Registrado em: 06 Out 2014 23:35
Mensagens: 5014
Localização: Minas Gerais
Robertoalmeida escreveu:
ianisgreek escreveu:
k270kmh escreveu:
Ninguém citou o Etanol V-Power da Shell que possui todos os aditivos necessários para evitar os danos causados pelo etanol puro.
http://quatrorodas.abril.com.br/autoservico/reportagens/overdose-alcool-617827.shtml

Colocando 20% de gasolina podium a central reconhece a mistura? atrasa o ponto se comparado 100% etanol? teoricamente perderia um pouco de potência...


Achei bem oportuno esse seu questionamento, aqui vai a explicação : Quanto a etanol aditivado da Shell com certeza que ele é mais vantajoso e benefico aos motores flex do que o etanol comum devido aos aditivos adicionados . Quanto à adição de 20% de gasolina podium ao etanol, o que se vai perder em octanagem nesta mistura é muito pouco e quase desprezível, pq imagine vc que a podium tem 95 octanas e o etanol 105 octanas, então fazendo as contas perde-se apenas 2 octanas com esses 20% de podium adicionados ao etanol, portanto é praticamente imperceptível a diferença em desempenho, mas se ganha muito em todas as outras vantagens como melhor rendimento em kms/l desta mistura e rapidez de funcionamento do motor nas partidas a frio, dispensando-se o uso da gasolina do tanquinho auxiliar. E lógico que a central da injeção reconhece essa mistura assim como qualquer outra que vc utilizar, com certeza colega, valeu pelo seu comentário, abraço !


Essa Etanol V-Power da Shell é mais difícil de encontrar do que político honesto.

Na verdade, na minha região não tem.

Uma vez consultei no site da Shell e parece que é mais facilmente encontrada no estado do Rio.

Caso tivesse dela por aqui, não hesitaria em abastecer, desde que o preço permitisse.

Abraços,

_________________
HB20 Comfort Style 1.6 14/15

Moderador no Fórum e no Facebook do HB20 Clube.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
 Título: Re: Motores Flex - sinal de avanço ou atraso tecnológico ?
MensagemEnviado: 15 Ago 2016 12:41 
Offline
SILVER MEMBER
SILVER MEMBER

Registrado em: 10 Jan 2013 12:34
Mensagens: 3756
Localização: Montes Claros - M.G.
Essa Etanol V-Power da Shell é mais difícil de encontrar do que político honesto.

Na verdade, na minha região não tem.

Uma vez consultei no site da Shell e parece que é mais facilmente encontrada no estado do Rio.

Caso tivesse dela por aqui, não hesitaria em abastecer, desde que o preço permitisse.

Abraços,[/quote]


kkkkkkkkkk, gostei dessa Ricardo, não se encontra mesmo fácil por aí nem políticos honestos e muito menos esse etanol aditivado ...

Acredito ainda que quanto a esse etanol aditivado, que isso é mais uma mera estratégia de marketing do que de fato um etanol assim tão diferenciado na prática do etanol comum ...

Mas tb não há com o que se preocupar pq de fato, um excelente aditivo para o etanol é comprovadamente um pequeno percentual de alguma boa gasolina aditivada como a Shell V Power Nitro que eu sempre uso misturado na proporção de 20% dela no tanque do nosso HB20, fazendo assim a já famosa mistura mágica e a ponteira do escapamento do nosso HB20 aqui se conserva sempre amarronzada e limpinha, num óbvio sinal de que a combustão está bem completa sem nenhum vestígio de fuligens negras das carbonizações !

Valeu colega, abrç !

_________________
Jetta TSI 13/13 cinza platinum, unichip, cold air intake, DP sem catalisador.

Creta Prestige 2.0 - 17/18 beje metálico.

HB20 1.6 confort plus 12/13 cinza titanium.

Opala coupé 1982 - verde metálica, 4400.

Voyage 1986 1.8 GLS - prata.


Voltar ao topo
 Perfil Enviar mensagem particular  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 94 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 6, 7, 8, 9, 10  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  








Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB